quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Reinvestir_Sugestões para o Natal

E, depois de responder a um comentário aqui, decidi dar umas sugestões para o Natal na Campanha, inspirando-me nisto:

Imagem retirada daqui



A franqueza é o caminho, o "politicamente correcto" não serve, por isso creio que já sei que rumo dar à Campanha: "Pelos Portugueses, para os Portugueses!" ;-)

8 comentários:

  1. O ideal é não gastar nada, seja estrangeiro ou português. Alguém tem de pagar o pato...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pato, que queque!!!
      Eu estava a pensar mais em couves com batatas e, com sorte uns ovinhos da galinha da vizinha! ;-)

      Agora a sério: o ndinheiro tem que circular, por muito pouco que seja, por isso que seja entre pessoas conhecidas ou conterrâneas. Ou então recorrer à troca de bens e de serviços. Ou mesmo fazer coisas nós próprios!
      Com um pouco de imaginação, podes dar muitas prendas sem gastar dinheiro!

      Com isto não contaram eles lá no OE! ;-P

      Eliminar
    2. O OE... Era desse pato que eu estava a falar...

      Eliminar
    3. Esse é daqueles que é alimentado à força para fazer foie gras, n'é?!?

      Eliminar
  2. Vai ser um problema, pois agora temos mais uns grandes filhos da mãe a levar uma parte grande das nossas prendas.
    Para os outros, só as crianças, vou seguir o teu conselho.
    Obrigado pelos teus comentários que me deixam vaidoso e feliz.
    Eu, tambem, gosto de finais felizes mas, olho à roda e o que vejo?
    Um beijo.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuel, eu vou cntinuar a dar prendas, até porque a maior parte são feitas em casa e não implicam grande investimento, apenas carinho! :-)

      Quanto aos finais felizes: eu gosto muito daquela máxima de Mahatma Gandhi "sê a mudança que queres ver no mundo", por isso podes sempre escrever mais finais felizes, a ver se isso começa a acontecer mais! :-)
      E não precisas de ficar vaidoso com os comentários, só feliz, pois são a verdade! :-D

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Esse pacifista dava a outra face mas também dizia:
    "O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não!"
    Um bejo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem verdade! :-)

      Não conhecia, mas acho que está a fazer falta divulgá-la hoje em dia! ;-)

      Beijinhos

      Eliminar

Diga lá o que pensa...