terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sem pressão... ;)

YEEEEEEEEH!!!!!

Não sei porque é que estou tão satisfeita por alguém ter gostado do meu blog e querer ver se vale a pena continuar a ler... é que agora tenho a pressão de ter que agradar a alguém!!! ;P

Obrigada Isabel pela sua mensagem tão linda e motivadora!!! Teve o condão de me fazer vencer o cansaço e querer escrever mais um pouco!!!

É fenomenal como nós mães nos ligamos, mesmo que seja momentaneamente, para falarmos do que achamos que vale a pena... Nem toda a gente tira tempo para agradecer ou elogiar algo e, regra geral (e sem sexismos), quem o faz são mulheres e, a maior parte das vezes, mães (ou "ainda-não-mães" mas com muito jeitinho como é o teu caso, Mónica).
Acho que o facto de aprendermos a dar valor às pequenas conquistas dos nossos filhotes e sabermos o quão valioso é o poder do elogio (não é à toa que TODOS os psicólogos dizem para se usar o reforço positivo - elogio - e não o negativo - castigo] nos faz ter esse cuidado.
A mesma coisa com as reclamações, aprendemos a expressar a nossa opinião mais veementemente [TODA a gente concorda que fiquei (ainda) mais resmungona depois de engravidar da 1ª vez, quanto mais depois do 2º!!!], na esperança de que consigamos tornar o mundo um local melhor para os nosso filhos - nem que seja um passinho de formiga de cada vez!!!

Sim, porque os livros de reclamações também servem para elogiar!!! A ideia é qualquer opinião ficar registada, ser levada à autoridade responsável pelo estabelecimento e haver uma resposta, seja mudando alguma coisa, seja repreendendo ou elogiando alguma situação/funcionário!!!
Nós, na clínica, mandamos sempre uma carta de Natal a todos os clientes e, este ano, tivemos respostas tão bonitas e sinceras dalgumas pessoas que já deu alento para continuar a tentar fazer ainda melhor este ano!!! Melhor dizendo: "para FAZER ainda melhor este ano", porque o mestre Yoda da "Guerra das Estrelas" é que tem razão: "DO or DO NOT, there is no TRY!" (FAZER ou NÃO FAZER, não há TENTAR!)

Assim, Isabel, mais uma vez agradeço a bonita mensagem e, do fundo do coração, desejo que encontre alguma coisa nas suas pesquisas que ajude a sua menina. Do meu lado, estarei atenta ao que for lendo e ouvindo e, caso tenha alguma novidade, já sei que basta escrever uma mensagem com a palavra "autismo" para que ela chegue até si!!!
Não sei qual é o grau que ela tem, mas espero que seja leve e, seja ou não, se atenue e consiga muitas pequenas/GRANDES conquistas todos os dias.

De mãe para mãe lhe desejo tudo de bom e que continue a "desanuviar" um pouco das pesquisas com as coisas que vou escrevendo.

OBRIGADA!!! :)

2 comentários:

  1. Mulher do norte,
    está mesmo na minha onda de pesquisas. Não é que a "apanhei" outra vez nos meus alertas do Google, por causa da palavra miraculosa "AUTISMO"?

    Bem-haja, mulher do norte (ainda não sei o seu nome) e acredite que quando acabei de ler a sua resposta ao meu comentário, não contive uma lágrima de alegria pela confraternização que fiz consigo e a partilha que me dedicou!

    Tenho todo o prazer em apresentar a minha Flôr de nome CECÍLIA (não é lindo este nome? Um nome invulgar para uma menina muito especial e cheia de carisma). Tem 8 anos e o seu nível de Autismo é relativamente suave, mas está lá nequele corpo lindo e personalidade vincada e pura.
    Com a graça de Deus e muita força nequele adquirida, a Cila tem continuado a desabruchar para este mundo muitas vezes cruel. Por enquanto, penso que ela ainda não tem muito mal a dizer, até porque ainda não consegue deitar para fora o desenvolvimento dos seus pensamentos (que os tem com toda a certeza). Mas agora que já está a começar de perceber o sentido da palavra "porque" (empregue numa pergunta), brevemente ela irá competir consigo, descrevendo pensamentos num blog que lhe criarei. Estou a brincar, mas idealizar e trabalhar para concretizar essas idealizações é bom e faz bem à saúde.

    Já agora, gostaria de perguntar se na suposta aldeia, vila ou cidade subaquática, estão a precisar de alguém que trate da papelada financeira da mencionada Clínica Veteriária? Oh, esqueci-me que papel e água não se dão lá muito bem, um desfaz o outro, mas o outro sem o um, também não é o outro. Bem, agora até eu fiquei confusa com este trocadilho acabado de criar, mas real.
    Não vi o filme 2012, pois de há uns anos a esta parte, os meus tempos livres praticamente deixaram de existir e os que existem, são porque eu os e me esforço para existirem, ou seja, antes de me deitar, lei-o praticamente durante uma hora. Sei que a retiro ao meu descanso mental, mas recupero-a com o prazer que me dá, entrar nas histórias e vivê-las. Sou completamente apaixonada por leitura, desde a minha adolescência. Agora já não consigo ter a minha lista de livros em espera, em dia. Posso dizer que tenho cerca de 30 livros em espera, numa prateleira da minha mini biblioteca, à espera para serem devorados, não em tempo, mas em prazer de leitura.

    Bem vou preparar o jantar, pois daqui a pouco tenha a minha Flor a bater-me à porta (foi jantar com o pai) e eu ainda sem o meu sustento vitaminico tomado.

    Mulher do norte, aos poucos vou colocando a minha leitura em dia, do seu blog. Amanhã, parece que a minha receita de leitura tem a ver com culinária, segundo o que já andei a "cheirar" lendo o título.

    Bem-haja e um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Isabel:
    "Mulher do Norte" 'tá muito bem pois muito me orgulho das minhas origens e do quão abertas e de "coração quente" as pessoas do Norte são (apesar de também com um geniozinho tramado, mas ninguém é perfeito, n'é?), mas, se quiser, tanto dá Sónia como Veiga. Respondo d'igual modo aos 2 e até tenho mais quem me chame pelo apelido que pelo nome (é o que dá ter tido sempre mais Sónias nas turmas em que andei).
    Muito obrigada por se dar ao trabalho de ler o meu blog e, apesar de não poder competir com livros a sério (nem 1, quanto mais 30!!!), espero que dê para desanuviar um pouquinho!

    Beijinhos para as 2 e cá fico à espera do blog da
    Cecília. O importante é partihar, por isso a "concorrência" é sempre bem-vinda.

    Tudo de bom e até à próxima...

    ResponderEliminar

Diga lá o que pensa...