quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Os 3 Rs!!!

Acho piada que, sempre que falo com alguém acerca do aquecimento global, da necessidade da gestão dos recursos, da diminuição da produção de resíduos e por aí em diante, as pessoas quase todas (valham-nos - a todos -algumas excepções) acham que, por reciclarem, já fazem muito!!!

É pá, ou eu sou extramamente atenta e, ao contrário do que pensava todos estes anos, tenho uma memória de elefante, ou então fui abençoada com professores extramamente inteligentes e previdentes, com uma capacidade enorme de nos fazerem aprender as coisas e aplicá-las ao longo de toda a nossa vida!!! Será que ninguém se lembra de termos aprendido os 3 Rs?!?!? Será que, antes de Reciclar, o pessoal não se lembra que vinham mais 2 Rs extremamente importantes (e mais ainda agora que se aproxima a altura do Natal e do consumismo desenfreado que acompanha as festas)?!?

Para quem já não se lembra, cá vai a minha contribuição para o ambiente:

Reduzir - antes de mais, devemos diminuir o consumismo e a quantidade de coisas que compramos/usamos/gastamos.
Nisso o Pingo Doce é que faz bem - cobrando os sacos plásticos, reduz a quantidade de plástico em circulação, os custos da empresa (e assim não tem que incluir o preço do saco no dos produtos e pode baixar os preços) e o nosso comodismo (habituamo-nos a isto e começamos a ter mais cuidado também nas outras lojas!!!).
E o facto de comprarmos embalagens maiores para evitar o desperdício de muitas pequenas (apesar que há muitos fabricantes que se passam e cobram menos pelas mais pequenas, mas enfim...), recargas (para não desperdiçar, por exemplo, doseadores dos sabonetes líquidos) e, acima de tudo, pensarmos duas, três ou mesmo quatro vezes antes de comprarmos alguma coisa e só a comprarmos se precisarmos mesmo dela, tudo isto ajuda o ambiente (é menos tralha que aí anda, que vai parar aos aterros e às lixeiras que já existem no meio dos oceanos!!!) e, como é tão importante nesta altura de crise, reduz o dinheiro que foge das nossas carteiras!!!

Reutilizar - depois de usarmos as coisas, devemos reutilizá-las ao máximo e só depois deitar fora (vulgo, reciclar).
As garrafas d'água, por exemplo, podem ser reutilizadas várias vezes, desde que se lavem bem (com escovilhão se necessário), só se eliminando quando se começam a deteriorar ou a ficar todas quebradas!!!
As embalagens do sabonete líquido podem ser re-enchidas e ser usadas indefinidamente, mesmo que se mude de marca ou fragrância (é só lavar entre mudanças).
Os sacos plásticos podem ser usados para levar a reciclagem para o ecoponto e, no caso do do papel (que não suja o saco!!!), ser reutilizado vezes sem conta. E para quê comprar sacos para os caixotes do lixo pequenos (os da casa-de-banho, etc.), se podemos usar os do Continente/Jumbo, etc.? Aumentamos o tempo de vida de coisas feitas num material que não é biodegradável e poupamos dinheiro!!!
E para quê gastar resmas de dinehiro em papel d'embrulho se se podem usar revistas/catálogos/folhetos de hipermercados? São muito atractivos e, desde que não sejam daqueles que libertam tinta e pó (papel de jornal/revista do Lidl), até as prendas das crianças ficam bem com isso!!! Já para não falar de aproveitar o papel e laços das prendas que recebemos e reutilizar!!! Ao fim e ao cabo, o que interessa é a intenção mas, para os mais materialistas, a prenda é que interessa, não o invólucro!!!
Isto já para não falar de dar um novo uso às coisas, como usar latas de salsichas para pôr canetas, caixas de cremes para guardar clips, pins e outras coisas pequenas, etc.. Quem nunca fez coisas giras com lixo na escola?!? É só continuar!!!

E, finalmente, Reciclar - Quando já não quisermos/conseguirmos (re)utilizar algo, podemos dar-lhe um "fim de vida digno", reciclando e dando-lhe a hipótese de se tornar em algo novo!
Claro que reciclar não é só pôr no ecoponto, ponto electrão, pilhão e afins, onde são destruídos e os materiais que os compõem reutilizados. Longe disso!!! É dar as coisas para uma instituição de caridade que os recupere e os faça ter uma vida completamente nova (género mobília para a Remar ou roupa para lojas/instituições próprias), é vendê-los numa feira (como a dos Olivais no 2º Sábado de cada mês) ou mesmo pô-las bonitinhas e bem embrulhadinhas e dá-las de prenda a alguém!!! Porque não?!?!? Desengane-se quem acha que nunca faria isso, porque, em alguma altura da nossa vida, todos já reciclámos (ou reciclaremos) prendas!!! Seja por serem pirosas/não ao nosso gosto ou pura e simplesmente porque não lhes damos uso (ou porque temos filhos que as fariam em cacos em minutos!!!). Se não se tem coragem para dizer que se quer o talão para trocar, ao menos ofereçam-nas a alguém que achem que ía gostar (que não à mesma pessoa, óbvio - a não ser que lhe digam que gostaram tanto que acharam que ela também devia ter uma igual!!!!!!!).

Só depois disto tudo bem estabelecido, é que podemos começar a tratar a sério de coisas como redução do consumo de electricidade e de água, optimização da climatização da nossa casa, mudança de vaículo para um menos poluente, etc..

E para quem acha que tudo isto é exagero, sugiro que se tornem assinantes da newsletter de um grupo ecológico (Quercus, Greenpeace) para estarem a par do que se passa.
Vejam com olhos de ver e acabecinha a pensar os seguintes filmes:
- "Dia depois de Amanhã" - já tem uns anos, mas mostra bem como o nosso planeta reage à nossa agressão. É bem elucidativo do que pode acontecer daqui a uns anos (e não são muitos!)!!!
- "Age of Stupid" - Estreou há pouco tempo, mas ainda não o vi. É género um documentário realizado no futuro acerca da nossa estupidez e como a deixámos impedir-nos de tomar medidas para travar o aquecimento global e as suas consequências.
Para quem gosta de ler, o "Sétimo Selo" do José Rodrigues dos Santos dá todos os factos para nos pôr a pensar e mostra a reticência dos governos em pôr em prática as medidas ambientais necessárias para atingir as metas impostas em Kyoto, e isto tudo como um romance policial altamente!!!
Ah e para quem pensava que Kyoto foi a única ou mesmo a mais importante reunião desse género, desengane-se!!! Essa foi a reunião e vai haver agora a 12ª (!!!) em Copenhaga (de 7 a 18 de Dezembro) e, com todo o mediatismo da Gripe A (menos dramática que a comum ou sazonal, mas enfim... Ao menos os laboratórios farmacêuticos e farmácias fazem mais dinheiro e as pessoas esquecem-se da das aves e voltam a comer mais carne de frango e perú!!! Que alguém ganhe com todo este disparate!!! Só é burro quem não percebe...) e afins, esquecem-se de divulgar algo tão frulcral para toda a Humanidade, mais importante que os lobbies e as audiências!!! Assim, o pessoal não faz pressão para que a situação se resolva e medidas com carácter ambiental (mesmo que secundário, como é o caso de se poder conduzir scooters se se tiver carta de ligeiros - menos engarrafamentos, menos consumo de combustíveis, menos poluição, mais respeito pelos velocípedes, etc.) passam despercebidas ou são mesmo ignoradas (quando é que voltam os dias sem carro? Quando é que se multam os carros que poluem acima do limite legal de emissões de CO2 ou ainda libertam chumbo por não terem catalisador ou sequer um flitro? Quando é que se obriga a frota do Estado, municípios e serviços públicos - não só transportes públicos - a ser, no mínimo, híbrida ou movida a biodiesel? E que tal pôr os ministros a partilhar viaturas? O carpooling não é só para os comuns dos mortais, porque o aquecimento global é para todos!!!)!!!

Este foi o meu toque de despertar para todos e espero que isto alerte alguém - se chegar a uma pessoa, já é bom!!! Se cada um de nós avisar outra pessoa, já é menos um distraído e mais um atento e interveniente!!! [Assim só faltam uns milhões...!!!]

Pensem verde!!! A Terra, os seres vivos nela (incluindo nós) e as gerações futuras (de todas as espécies) agradecem!!!

P.S.: As mensagens estão a ficar cada vez maiores!!!!!

2 comentários:

  1. Fica novamente a sugestão cinematográfica:

    Meat The Truth
    http://video.google.com/videoplay?docid=2756277227675684050#docid=3139913300944499731

    Outro ponto de vista sobre o aquecimento global!!!

    ResponderEliminar
  2. Mónica, imensamente tarde, mas cá vai a resposta ao comentário aqui deixado há mais de um ano...

    Obrigada pela partilha! :-)

    ResponderEliminar

Diga lá o que pensa...